quarta-feira, 21 de julho de 2010

PEQUENAS HISTÓRIAS ENTERNECEDORAS

Um dia, o autor e conferencista Leo Buscaglia contou que tinha sido convocado para participar, como jurado, num concurso que se destinava a escolher a “criança especial”.
Foram apuradas várias crianças, dentre as quais foi posteriormente eleita a vencedora.

Eis quatro pequenas histórias que ele contou:

Um menino de 4 anos tinha um vizinho idoso cuja esposa tinha falecido recentemente.
Ao vê-lo chorar, o menino foi para o quintal dele e sentou-se simplesmente no seu colo.

Quando a mãe lhe perguntou o que tinha dito ao velhinho, ele respondeu:

- Nada. Só o ajudei a chorar.

Os alunos da professora do primeiro ano, Debbie Moon, estavam a examinar uma foto de família.
Uma das crianças da foto tinha os cabelos de cor bem diferente dos outros.
Alguém sugeriu que essa criança deveria ter sido adoptada.
Logo uma menina disse:
- Sei tudo sobre adopção porque eu fui adoptada.
De imediato outro aluno perguntou:

- O que significa “ser adoptado”?
- Significa - disse a menina - que tu cresceste no coração da tua mãe, e não na barriga!

Sempre que estou decepcionado com meu lugar na vida, eu paro e penso no pequeno Jamie Scott.
Jamie queria muito ter um papel na peça da escola. A mãe disse que tinha procurado preparar o seu coração, pois ela temia que ele não fosse escolhido.

No dia em que os papéis foram distribuídos, eu fui com ela buscá-lo à escola. Jamie correu para a mãe, com os olhos brilhantes de orgulho e emoção:
- Adivinha, mãe!
E disse aquelas palavras, que continuariam a ser uma lição para mim:
- Eu fui escolhido para bater palmas e espalhar a alegria!

Conta uma testemunha ocular de Nova York:
Num frio dia de Dezembro, há alguns anos, um rapazinho de cerca de 10 anos, descalço, estava em pé em frente a uma loja de sapatos, olhando a montra e tremendo de frio.
Uma senhora aproximou-se do rapaz e disse:
- Porque estás a olhar para essa montra com um ar tão pensativo?
- Eu estava pedindo a Deus para me dar um par de sapatos - respondeu o garoto.
A senhora segurou-lhe na mão, entrou na loja e pediu ao empregado para dar meia dúzia de pares de meias ao menino. Em seguida perguntou ao empregado se poderia arranjar-lhe uma bacia com água e uma toalha.
Amavelmente o empregado satisfez o seu pedido.
Ela levou o menino para a parte de trás da loja e, ajoelhando-se, lavou os pequenos pés e secou-os com a toalha.

Entretanto o empregado já tinha trazido as meias.

Ela calçou-as nos pés do garoto. Comprou-lhe também um par de sapatos, e calçou-lhos.

Depois entregou-lhe os outros pares de meias e carinhosamente, perguntou:

- Então? Agora já te sentes mais confortável…
Dizendo isto voltou-se para ir embora quando o menino lhe segurou na mão.
Olhando o seu rosto, com lágrimas nos olhos, perguntou:

- A senhora é a mulher de Deus?

Leo Buscaglia


Leo Buscaglia
31.03.1924 – 12.06.1998


Leo Buscaglia (Felice Leonardo Buscaglia) ítalo-americano foi professor na Universidade do Sul da Califórnia, USA.
Foi o escritor que mais se dedicou a escrever sobre o Amor, exaltando as ideias de se viver o momento, expressar o Amor que se sente por alguém, e não criar demasiadas expectativas.
Idealizou um curso sobre Amor na própria Universidade.
"Tanto quanto sei, somos a única escola no país, e talvez no mundo, que tem uma disciplina chamada "Amor, 1 A", e eu o único professor bastante louco a ponto de ensiná-la"''

32 comentários:

AC disse...

Tocante, Mariazita, muito tocante!

Beijos

Isa GT disse...

Gostei muito, são histórias que nos fazem engolir em seco para tentar segurar uma lágrima que teima em sair.
E a seguir sentir a revolta de que o Mundo poderia ser bem melhor, se cada um pensasse que o seu umbigo não é o Centro do Mundo.

Bjos

Marilu disse...

Querida amiga , saudades de você de seus contos maravilhosos, adorei o menino que ajudou a viúvo a chorar...pois era só o que ele precisava naquele momento de dor..Beijocas

Marilu disse...

Querida amiga , saudades de você de seus contos maravilhosos, adorei o menino que ajudou a viúvo a chorar...pois era só o que ele precisava naquele momento de dor..Beijocas

Luís Coelho disse...

Fez-me lembrar a minha colega A Isabel Gaspar(gravemente doente)
quando diz
-"nada acontece por acaso"-
Gostei de todas as histórias mas sobretudo daquele menino que se sentou ao colo do velhinho.
Há coisas encantadoras.....

Fátima disse...

Que lindo Mariazita... Todas são lindas!
Mas, a primeira, foi a que mais me encantou.
Gosto do seu canto.
Nele eu me encontro.
Sempre!
Com carinho
Fátima

Fernanda disse...

Querida amiga Mariazita

Todas as histórias aqui contadas são absolutamente comoventes e enternecedoras.
Todas escolhidas a dedo.

Ser criança
Criança amor
Criança imagem
Pura do Criador!

Bejinhos

Vitor Chuva disse...

Olá Mariazita!

De todas as histórias, todas elas bonitas e com uma mensagem, a minha "escolha", instintiva, foi a última.
Ser-se Deus, ou a mulher dele, durante uns minutos, a troco de dar um par de sapatos e uma meia dúzia de meias a quem deles precisa, encerra uma verdade profunda e inegável para mim. A de que, dando, ainda que pouco,nos podemos enriqucer a nós próprios, sentir-mo-nos muito bem com nós mesmos, um "Deus" aos olhos doutros; enorme a recompensa!

Não sei se terei dito exactamente o que queria, mas acho que se percebe; estou com pressa!

Beijinhos, boa escolha.
Vitor

poetaeusou . . . disse...

*
ternas histórias,
numa escolha afectuosa,
,
conchinhas, deixo,
,
*

Marliborges disse...

Mariazita,
Leo Buscaglia, foi uma pessoa genial. Eu tenho um livro dele, que vivo "pesquisando" umas lições de vida. Tem gente que nasce assim, com uma luz, como aquele menino que bate palmas e espalha a alegria. Adorei o post. Um beijo grande.

Ah, o nome do livro que eu falei é "Vivendo, amando e aprendendo".

Jota Effe Esse disse...

Eu sempre me enterneço quando leio essas histórias de crianças. Meu beijo.

Fernanda disse...

Mariazita, amiga querida!

Obrigada! Vou nanar agora, estou com soninho.
Durma bem querida.
Amanhã, sem falta, falo consigo, preciso saber de si, está tristonha!!! ou é impressão minha???
Beijinhos

Marilu disse...

Querida amiga, tenha um lindo final de semana..Beijocas

Kim disse...

Ainda bem que há gente a falar de amor. É apenas isso que falta no mundo. No dia que o amor se sobrepuser a todas as outras coisas, então o mundo terá garantida a paz mundial e a continuidade da existência do ser humano.
O amor é apenas a mãe de todas as virtudes!
Gostei do post Mariazita.
Um beijinho para ti

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Querida amiga Mariazita

Hoje estou passando para agradecer
a sua amizade.
Amizade que torna a vida preciosa.
Que enche de cores as minhas palavras.
Que me faz ainda mais feliz,
com o afeto distribuído
a cada visita,
a cada comentário
e a cada palavra escrita
no livro dos meus dias.

Sua amizade me faz melhor.

Desnuda disse...

Querida amiga,

não tenho como escolher a mais bonita, pois todas são verdadeiros ensinamentos de AMOR. amiga. Não nego que chorei um pouquinho..Mas por muito amor no coração ao ler todas estas lições. Choro bonito, de boas emoções. E gratidão, também. Obrigada, amiga.

Carinhoso e grato abraço. E " aquele" beijinho estalado de bom.

Marilu disse...

Querida amiga, hoje no Brasil comemoramos o dia do escritor, vim cumprimentá-la pelas lindas histórias que escreve. Tenha uma linda semana..Beijocas

Pérola disse...

Eu amei todos, mas o q mais me emocionou foi o garotinho ajudar o senhorzinho a chorar.
Que lindo!!!
Parabéns minha flor.
Uma boa semana para ti.
Beijo grannnnnnnnnnnde.

Daniel Costa disse...

Mariazita

Achei muito saborosas e enternecedoras as histórias que contaste. Estes casos emociona-me muito.
Das biografias, sou sempre fã. Uma coisa que tens feito questão de acrescentar.
Beijos

Fernanda disse...

Querida Mariazita,

Obrigada por me ter dado notícias suas.
Estou menos preocupada, mas continuo a senti-la nostálgica.

Espero que com este calor tenha ido até à praia. Nada como um banho de sol e de mar para animar o espírito e aquecer a alma.

Beijinhos

JADY*ALVES disse...

Mariazitaaaa!!!
Que benção é ter olhos pra poder apreciar leituras tão sensíveis e belas. OBRIGADA DEUS!
Obrigada por colocar em meu caminho, pessoas tão preciosas como essa minha amiga.
Meu coração sensibilizado agradece a emoção e lhe diz:
-TE AMO AMIGUITA DO MEU CORAÇÃO!

Boa noite e que Deus a abençoe todos os dias de tua vida.

Beijos e carinhos meus.
Tua amiga Jady

JE VOIS LA VIE EN VERT disse...

Querida Mariazita,

Que bela histórias !
Fiquei a pensar qual é que gostava mais e não consegui escolher porque em cada uma encontro muita ternura.
Se o mundo fosse regido pela doce inocência das crianças era muito melhor viver nele.
Beijinhos
Verdinha

Livinha disse...

Se eu me despuzesse a espremer o teu recanto, tantas águas chorariam do meu pranto.
Como me eterneço por aqui nas tuas belas históroas unicas e verdaeiras.
Essa que fala da vida, tão cheia de graça, onde a tristeza não tem guarita, mas demonstrações de amor e pureza, exemplos de corações.
As crianças, quem as pode superar, quando tão espontâneas são?
Elas ver a vida na razão bela do existir.
Somos nós adultos que complicamos tanto...
Por isto que procuro a minha criança sempre dentro de mim, somente ela pode me fazer sorrir.

Lindo minha querida.
parabéns

Bjs

Livinha

Saozita disse...

Querida amiga Mariazita, gostei muito de todas as histórias, qual delas a mais linda, gostei imenso do menino que ajudou o velhinho a chorar e a da criança que olhava os sapatos. Adorei, as crianças são anjos na terra.

Tem um bom dia amiga.
Beijinhos

Machado de Carlos disse...

Belos exemplos. Ah! Se cada um pudesse segui-los!

AFRICA EM POESIA disse...

Mariazita

Lindo conto Mariazita... adorei...


O telefone toca sempre e vem sempre um dia que estamos em sintonia.
a poesia é isto...Imaginação.
Para ti.


Um beijo

CAMINHOS DE LUZ disse...

não chegamos a lugar algum por acso e aqui cheguei pra encontrar um dos meus autores preferidos.A sua coragem pra falar do amor foi fantástica. Estamos cada vez mais precisando dessa sua qualidade tão especial pra curar nosso mundinho tão carente. Grande abraço.

Táxi Pluvioso disse...

PP Coelho também foi destinado a bater palmas e espalhar alegria, sermos o povo mais alegre do mundo, que venha 2011. bfds

Rafael Castellar das Neves disse...

Realmente de encantar!!

[]s

Machado de Carlos disse...

Ah! O amor; uma palavra fundamental que serve de ar para viver um pouco mais. Fico imaginando um ser sem condição de amar, talvez não viva, apesar da circulação sanguínea.
Obrigado pela lembrança do Recanto das Letras e principalmente pela companhia neste blog.
Beijos!...

Naty e Carlos disse...

"O Sorriso é algo muito precioso para ficar oculto em seu rosto!"
Uma boa semana
BJS

Argos disse...

Olá Mariazita

Não criar demasiadas expectativas e sentir o amor – um excelente ensinamento!
Esta frase deveria fazer parte de todos os dias da nossa vida.

Um grande abraço e obrigado por partilhar estas histórias

(Sou o Argos o terceiro elemento do blog “Um Farol Chamado Amizade” em que os três em conjunto formamos a “Amizade”. Confesso que já tinha passado por este blog e pela “Casa da Mariquinhas” para ler os textos - de que gosto muito - só que nunca tinha comentado…)

Outro abraço