quinta-feira, 26 de novembro de 2009

PEDIDO DE DEMISSÃO

Hoje proponho-vos um texto para reflexão.

PEDIDO DE DEMISSÃO
Venho, através desta, apresentar oficialmente meu pedido de demissão da categoria dos adultos.

Resolvi que quero voltar a ter as responsabilidades e as idéias de uma criança de 8 anos no máximo.
Quero acreditar que o mundo é justo e que todas as pessoas são honestas e boas.
Quero acreditar que tudo é possivel.
Quero que as complexidades da vida passem despercebidas por mim, e quero ficar encantada com as pequenas maravilhas deste mundo...
Quero de volta uma vida simples e sem complicações.

Cansei dos dias cheios de computadores que falham, montanha de papeladas, notícias deprimentes, contas a pagar, fofocas, doenças e
necessidade de atribuir um valor monetário a tudo o que existe!!!!!!!!!
Não quero mais ter que inventar jeitos para fazer o dinheiro chegar até o dia do próximo pagamento.
Não quero mais ser obrigado a dizer adeus às pessoas queridas e, com elas, a uma parte da minha vida!
Quero ter a certeza de que DEUS está no céu, e de que por isso tudo está direitinho neste mundo...
Quero viajar ao redor do mundo, num barquinho de papel que vou navegar numa poça deixada pela chuva.
Quero jogar pedrinhas na água e ter tempo para olhar as ondas que elas formam.
Quero achar que as moedas de chocolate são melhores do que as de verdade, porque podemos comê-las e ficar com a cara toda lambuzada.
Quero achar que chicletes e picolés são as melhores coisas da vida!
Quero ficar feliz quando amadurecer o primeiro caju, a primeira manga, ou quando a jabuticabeira ficar pretinha de frutas.
Quero poder passar as tardes de verão numa bela praia, construindo castelos na areia e dividindo-os com meus amigos...
Quero que as maiores competições em que eu tenha de entrar sejam um jogo de bola de gude ou uma pelada...
Quero voltar ao tempo em que tudo o que eu sabia era o nome das cores, a tabuada, as cantigas de roda, a “Batatinha quando nasce...” e a “Ave Maria...”, e que isso não me incomodava nadinha porque eu não tinha a menor idéia de quantas coisas eu ainda não sabia.
Quero voltar ao tempo em que se era feliz simplesmente porque se vivia na bendita ignorância da existência de coisas que podiam nos preocupar ou aborrecer...
Quero poder acreditar no poder dos sorrisos, dos agrados, das palavras gentis, da verdade, da justiça, da paz, dos sonhos, da imaginação, dos castelos no ar e na areia.
Quero estar convencida de que tudo isso... vale muito mais do que o dinheiro!
A partir de hoje, isto é com vocês, porque eu estou me demitindo da vida de adulto.

Demita-se, você também, dessa sua vida chata de adulto

NÃO TENHA MEDO DE SER FELIZ!

Texto de: Maria Clara Isoldi White

29 comentários:

Luis F disse...

Amiga, posso associar-me a este teu pedido?

De facto sinto mesmo a necessidade de o fazer...

Gostei de ler e de reflectir o texto.

Como seria belo o mundo, se fosse governado pelas crianças.

Bjs
Luis

Vitor Chuva disse...

Olá Mariazita!

Pois é, quantos de nós adultos já não terão tido a mesma ideia? Voltar atrás no tempo, ser de novo criança, é certamente ideia tentadora, sobretudo quando a versão adulta da vida possa não nos entusiasmar por aí além ...
Mas, acho eu, seria um pouco egoista querer abandonar o mundo dos adultos já que sem eles o mundo encantado das crianças não seria possível, não é ?
É uma equação complicada de resolver a contento de ambas as partes ... é o que me parece.
Ainda assim,devo confessar também já nisso ter pensado, só não tendo concretizado a deia por não saber onde me devo dirigir para dar baixa de mim como adulto ...

Bonita a proposta!

Beijinhos.

Vitor Chuva

Canduxa disse...

Oh minha Querida Manita ....já fiz essa escolha há muito tempo, eu sei que sabes!!!!, senão o meu mundo não seria tão colorido.
Foi linda esta tua proposta e espero que todos se deixem encantar por ela e soltem a sua criança interior.
Vamos lá viver a magia da vida!

Meu abraço apertadinho

canduxa

Mariana disse...

Eu me demiti a muito tempo.
Pois preciso acreditar no amor, na esperança de um mundo melhor,
Acredito que o ser humano pode ser melhor.
E por isso que muitos me chamam de sonhadora.
Beijos

Mariazita disse...

Meu caro Luís
Claro que podes associar-te! Agrada-me a associação :)
Tu defines-te a ti próprio como 'sonhador'... Deixa então o sonho voar bem alto, liberta a criança que há em ti, e imagina um mundo melhor.
Vais sentir-te bem.

Bom fim de semana.

Beijinhos
Mariazita

Mariazita disse...

Meu caro Vitor
Deixe-me que lhe diga que cada vez mais os adultos tentam acabar com o mundo encantado das crianças.
Se todos os adultos "virassem" crianças, talvez o mundo voltasse a ser encantado para todos.
Isto é uma utopia, eu sei, mas permite-nos reflectir no mau comportamente de muitos adultos, o que nos leva a lamentar pertencer a essa mesmo classe etária.

Tenho muita pena de não poder informá-lo onde se dirigir para apresentar o seu pedido de demissão...
Vamos combinar: o primeiro a descobrir avisa o outro, certo?

Vou passar fora o fim de semana mas deixo programado para a "Casa" mais um capítulo da Anita.

Um bom fim de semana.

Beijinhos
Mariazita

Mariazita disse...

Querida manita
A tua força interior, a tua capacidade de 'ser criança', sem deixar de ser adulta (consciente!)não é comum a muita gente.
Como eu disse ao amigo Vitor, ao trazer aqui este texto foi minha intenção fazer ver aos adultos que o mundo que estão a construir tem vindo a destruir o mundo encantado das crianças. Por isso há um adulto (Maria Clara Isoldi White)que prefere tornar-se criança, demitindo-se de adulta.

Até amanhã, queridinha (em pessoa - que bom!).

Beijinhos mil da tua
Manita

Mariazita disse...

Oi, Mariana
Que bom que você consegue manter-se criança.
Deixe-me dar-lhe um conselho - mantenha-se assim, e nunca deixe de sonhar.
Já lá diz o poeta - o sonho comanda a vida.
E não perca a confiança no ser humano. Quando isso acontece, está tudo perdido; a nossa vida deixa de ter graça.

Bom fim de semana.

Beijinhos
Mariazita

meus instantes e momentos disse...

foi bom vir aqui...e me querer criança outra vez !
Maurizio

Mariazita disse...

Caro Maurízio
É uma prazer receber você nesta casa.
Obrigada por sua simpatia.

Bom fim de semana.

Beijinhos
Mariazita

direitinho disse...

Pois ...!
Sou do contra e não me demito.Ai não, não. E depois...?
Agora sei que terei de aceitar os erros passados e procurar fazer tudo, tudo para que nunca mais aconteçam.
Terei tempo de viver com a criança que existe dentro de mim?
Sim porque essa passa as preocupações para outros e sabe que nada lhe faltará.
Gostei do tema.

Mariazita disse...

Olá, Direitinho
A isso eu chamo 'atitude de rebeldia da criança que mora lá dentro, escondidinha bem no fundo'.
"Sou do contra e não me demito.Ai não, não. E depois...?"
Pude até ouvir o bater do pezinho no chão, com a birra...

Falando sério, penso que a autora do texto quer chamar a atenção para os vícios que corroem os membros da actual sociedade, o que pode levar um adulto consciente a desejar ser criança.
Esta foi a interpretação que eu dei ao texto...

Obrigada pelo comentário, e bom fim de semana.

Beijinhos
Mariazita

direitinho disse...

Desejo-lhe um final de semana muito agradável e reconfortante.
Tinha entendido este seu último Post. Como viu, identifico-me perfeitamente com as ideias e tudo o que é dito no mesmo.
Quiz ser do "contra" por uma questão de "incomodar".
Sei que entenderá as palavaras- marcadas. De qual quer modo muito obrigado pela ajuda.
Bem haja.

Farofa de Batata =] disse...

Amei amei a reflexão, tanto q estou passando para os meus amigos via email, simplesmente pq é o q eu acredito e tento ser o máximo possível, logo sou uma hibrida mal compreendida hahaha

Boa Sexta =]
Miquilis
Bru

a magia da noite disse...

é às vezes apetece desistir desta vida crescida, que de crescido só tem os problemas.

Tite disse...

Então, antes que já tenhas partido, venho desejar-te um boa Fim de Semana.

Beijossss

Barbara disse...

Internamente já me demiti.
Mas depois fiquei entristecida com as crianças que insistem em crescer cedo demais.
A criança interior tem que ser olhada, mimada e o faço através do que posso oferecer em alegria às crianças com as quais mais convivo e com o levar os dias passo a passo - como fazia quando menina.
Obrigada.

Aislin Nahimana disse...

Ah que vontade de voltar aos tempos de criança, tudo era tão mágico, tão fácil, tão confortável, tão possível!

bjoss!

aislinnahimana.blogger.com.br

Tite disse...

Quero poder acreditar no poder dos sorrisos, dos agrados, das palavras gentis, da verdade, da justiça, da paz, dos sonhos, da imaginação, dos castelos no ar e na areia.

É que hoje em dia, só mesmo pedindo a demissão dos cargos a que chegámos podemos acreditar em tudo isto.

Ou então... ir para uma ilha juntamente com os meus netos e brincarmos todos juntos sem adultos por perto.
Bóra lá!!!

JADY*ALVES disse...

Amiga, me dê a mão e vamos voltar pra nossa infância, era lá que ficava guardada a nossa inocência, era lá que a gente não se preocupava se chovia ou fazia sol, a gente era tão feliz e não sabia...
Segure minha mão e vamos brincar de roda, correr atrás dos ventos, contar estrelas e esquecer o tempo...

Beijos e carinhos, TE ADOROOOOO!
Tua amiga Jady

Sandra disse...

Com certeza amiga, não podemos ter medo de ser feliz.
Linda reflexão e texto.
amei..Parabéns.
Sandra

Daniel Costa disse...

Mariazita

O texto faz todo o sentido, nuca devemos deixar de ser um pouco criança, Jamais devemos deixar de ter aquela dose de loucura que nos fazia sonhar. O permanente encanto do sonho de criança, evitaria muita arrogância. O mundo seria melhor.
Beijos
Daniel

Sandra disse...

Vamos para Portugal??

convidar para viajar comigo até Portugal..
Ficou curiosa, então veja:
Deixo o convite aberto para vc. vim participar do meu momento em Portugal.
Siga este endereço e veja quem está lá.

Venha para Portugal e veja quem está lá.
clique neste endereço.
http://olhardireito.blogspot.com/2009/12/momentos-8poema.html
deixe seu recadinho lá.

1º concurso de Poesia.
Venha viajar comigo.
Será um grande prazer ter a sua companhia nesta linda viagem.
Se você achar melhor ir pelo blog da Curiosa é só acessar o link e tenha uma linda viagem...
Com muito carinho
Sandra

Maria João disse...

Mariazita

Também eu já pedi demissão há muito tempo, mas disseram-me que já não era possivel, que o tempo tem um tempo para ser vivido. Que nada é sentido da mesma forma, fora do seu tempo... Continuo cansada, é verdade. Continuo a sentir nostalgia pelo tempo de criança, mas sabes... já me conformei e desta forma acho que todos os dias sou, na verdade, uma criança, perante o dia de amanhã que é o futuro!


Mil beijinhos ( Só hoje dei conta que tinhas mais uma história de encantar...imagina!)

Oliver Pickwick disse...

Por mim, está sumariamente demitida.
Ainda que esporadicamente tenha surtos da infância, pensarei nesta sugestão.
Um beijo e boa semana!

poetaeusou . . . disse...

*
ámen, ámen,
idem, idem,
aspas, aspas,
,
conchinhas infantis,
deixo,
,
*

APC disse...

assino por baixo o teu pedido..
beijinhos

Lídia Borges disse...

Delicioso!
Vou demitir-me já!

L.B.

Bergilde Croce disse...

Mariazita e por aqui me sinto assim.Meus filhotes me trouxeram de volta a razão infantil que eu havia bloqueado em mim...Abraços em clima carnavalesco cheio de cor e fantasia!Bergilde e filhotes adorados.