quarta-feira, 14 de abril de 2010

A LENDA DAS AMENDOEIRAS

Há muito tempo, antes da independência de Portugal, quando o Algarve pertencia aos mouros, havia ali um rei mouro que desposara uma rapariga do norte da Europa, à qual davam o nome de Gilda.
Era uma pessoa encantadora, a quem todos chamavam a "Bela do Norte". Por isso não admira que o rei, de tez acobreada, tão bravo e audaz na guerra, a quisesse para rainha.
Apesar das festas que houve à data do casamento, uma tristeza se apoderou de Gilda. Nem os mais ricos presentes do marido faziam nascer um sorriso naqueles lábios agora descorados: a "Bela do Norte" tinha saudades da sua terra.
O rei conseguiu, enfim, um dia, que Gilda, em pranto e soluços, lhe confessasse que toda a sua tristeza era devida a não ver os campos cobertos de neve, como na sua terra.
O grande temor de perder a esposa amada sugeriu, então, ao rei uma boa ideia. Deu ordem para que em todo o Algarve se fizessem plantações de amendoeiras, e no princípio da Primavera, já elas estavam todas cobertas de flores.

O bom rei, antevendo a alegria que Gilda havia de sentir, disse-lhe:
- Gilda, vinde comigo à varanda da torre mais alta do castelo e contemplareis um espectáculo encantador!
Logo que chegou ao alto da torre, a rainha bateu palmas e soltou gritos de alegria ao ver todas as terras cobertas por um manto branco, que julgou ser neve.

- Vede - disse-lhe o rei sorrindo - como Alá é amável convosco. Os vossos desejos estão cumpridos!
A rainha ficou tão contente que dentro em pouco estava completamente curada. A tristeza que a matava lentamente desapareceu, e Gilda sentia-se alegre e satisfeita junto do rei que a adorava. E, todos os anos, no início da Primavera, ela via do alto da torre, as amendoeiras cobertas de lindas flores brancas, que lhe lembravam os campos cobertos de neve, como na sua terra.
É por isso - dizem - que, no Algarve, abundam as amendoeiras.

41 comentários:

direitinho disse...

Uma lenda muito bonita que sempre podemos reler.
O amor faz destas maravilhas e os olhos vêem verdadeiros milagres.

jefhcardoso disse...

Olá Mariazita! Hoje é quarta-feira, uma correria. Não repare em minha visita relâmpago, mas venho lhe convidar para ler o novo capítulo de “O Diário de Bronson (O Chamado)” e deixar o seu comentário.

Retornarei com melhores modos e mais tempo. Tenha uma ótima semana. Abraço do Jefhcardoso!

Daniel Costa disse...

Mariazita

Uma magnifica lenda, como várias interessantes, de mouras encantadas, em próprio, em determinada altura colaborava na revisra da Afinsa, Porto. Tendo de escrever sobre diversas cidades, numa rúbrica designav "turismo e cultura2, Pesquisei diversas do Algarve, havia sempre lendas, gostava e enchia espaço.
Sobre o poema, em verdade digo, que um ideal, é um ideal, mas pode estar longe de correspoder a uma realidade!
Beijos
Daniel

Vitor Chuva disse...

Olá Mariazita!

Difícil seria encontrar razão mais poética para explicar a plantação de tantas amendoeiras do que as contidas nesta bonita lenda: Dum lado um homen apaixonado, do outro o seu desejo de a todo o custo agradar ao objecto dessa paixão, mulher muito amada, mas infeliz - roída pela saudade de que está longe da sua terra.
As lendas têm este encanto de sempre nos agradar mais do que a realidade por detrás da mesmas; a imaginaçã e fantasia ficam sempre a ganhar à realidade; são sempre mais apelativas - e apetecidas!
Está lindamente contado; é um prazer ler.
Beijinhos.
Vitor

jefhcardoso disse...

Mariazita, obrigado por seu ótimo comentário. O Bronson é boa gente sim. (sorrio). Irei lhe visitar com a devida calma. Será um prazer.

Abraço do Jefh!

J. Araújo disse...

Um belo conto. Passei para agradecer suas visitas e comentários. É muito bom vir aqui e apreciar sus posts sempre muito bom de se ler.

Bj

poetaeusou . . . disse...

*
Bela Lenda
desconhecia !
,
Alá é Grande,
fico, sem duvidas !
,
brancas conchinhas,
,
*

Pérola disse...

Amiga, eu já fui visitar o poema do meu coterrâneo,só podia ser né amada rs.
Agora esses teus escritos estão lindo de se ler.Que amor lindo o desse rei rs.
Maravilhooooooooooooso.
Eu ameiiiiiiiiiiiiiiiiii.
Parabéns pela qualidade amada.
beijokas.

Pérola disse...

Obrigado minha linda por seguir o meu filhão rs.
Ele é adorável,chatinho de vez em quando mas adorável vc vai ver.
Possa ser q ele ñ responda com tanta frequencia pq trabalha e faz faculdade,mas assim q ele puder ele vem rs.
Ele está adorando as visitas.
Beijos amada e muito obrigado.

Farofa de Batata =] disse...

Amo lendas já disse né...então sempre que posso vir aqui (juro venho td dia, mas não consigo comentar sempre) amo mto ler!!

Boa Sexta!
Miquilis
Bru

Maria João disse...

Mariazita

Eu já conhecia esta lenda. Bela, tão bela quanto a mensagem que ela transporta... a simplicidade faz com se transformem pequenos nadas em dádivas de extraordinária generosidade, porque o que conta são, na verdade, os afectos.

Um beijinho grande

Lilá(s) disse...

Uma lenda tão bonita e eu não conhecia! contada de maneira muito atraente, gostei de aqui passar.
Bjs

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Querida amiga.

Apesar de não conhecer o seu País,
tenho um profundo carinho por ele.
Um dos lugares para se visitar
antes de morrer.
E estas histórias alimentam
mais ainda o afeto por tua terra
cheias de tradições e esperanças.

Final de semana cheio de sorrisos
para ti.

Pena disse...

Oh, Notável e Preciosa Amiga:
VOCÊ concebe verdadeira magia com as palavras.
Uma História deliciosa e fantástica que faz comover e sensibilizar pela ternura implícita nas doces e ternas palavras de sonho.
No Norte também se pode assistir ao profundo e maravilhoso espectáculo das amendoeiras em flor. É algo nunca visto pela espectacularidade linda.
É algo que encanta, como a sua história fantástica que adorei.
Bem-Haja amiga, pelo seu talento.
Beijinhos amigos de agradecimento pela sua visita.
Adorei tudo aqui no que vi e senti.

pena

Extraordinária, sabia?
Bem-Haja.
Merece tudo de bom pela excelente capacidade literária de sonho.
É imensamente criativa no que faz e, isso, torna-a magistral de pureza e maravilha.
Creia, que é uma honra a sua preciosa amizade.
Adoro sempre o que escreve.
Perfeita.

Pérola disse...

Um beijo amada.

Mariana disse...

Saio daqui com uma história a mais,
desconhecia esta lenda tão bela,
afinal qual lenda não é..
Amendoeiras... irei olhar com outros olhos...

Irene Moreira disse...

Mariazita

Que linda lenda e o que o amor não faz.

Beijos

Táxi Pluvioso disse...

Sim, está explicado. E agora porque abundam o prédios? bom domingo

Bergilde Croce disse...

Mais uma de suas postagens que copiei viu Mariazita, porque o Amor é meu tema favorito!Grande abraço,Bergilde

Pérola disse...

Boa tarde amada.
Fico feliz com sua visita minha linda.
Eu já estou melhorzinha.
Obrigada amada pela preocupação.
Beijokas.

Luci Cardinelli disse...

Obrigada pela mensagem! :)

Gostei muito e achei deveras interessante essa lenda.

beijos

Bergilde Croce disse...

Marizita,queria te mandar a resposta por email,mas como não tenho o seu,então respondo aqui mesmo:acompanhando 'histórias de encnatar' e gostando muito de suas registrações algumas vezes copio apenas abrindo o texto aqui mesmo na pagina de comentários,não lá na pagina em que vem exibido com as imagens,entende?Os guardo nos meus documentos preferidos.Abraço grande!

Mariana disse...

Vim te fazer uma visita, voltarei outra hora.
deixo um abraço.

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Bom dia, Sol da minha vida! Vamos ser felizes só por hoje? Eu tento ser todos os hojes. O que é que cada um de nós pode fazer para que isso seja possível? Quero acabar o livro que comecei a ler há temposssssssssssssssssss
Lindo poema este teu aíiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii
Já ganhei o diaaaaaaaaaaaaaaaaa

kisses

Saudade de ti, ma chérie!
Aceite isso como brincadeira e respeito, please.

Fernanda disse...

Querida Mariazita,

Há doi dias que tenho tido problemas com uma conjuntivite.
Estou melhor, mas já abusei hoje e os olhos ardem-me.

Volto amanhã para ler o seu conto, que só pode ser lindo.
Beijinhos

Mariana disse...

Mariazita, gosto muito das tuas visitas e hoje lembrei de ti ao assistir o Jornal Hoje da Globo, é uma reportagem sobre Portugual.
Adorei:
http://g1.globo.com/jornal-hoje/noticia/2010/04/portugal-pelos-olhos-do-correspondente-pedro-bassan.html

Pérola disse...

Amo a sua visita.
Vim te deixar o meu boa noite amada.
Um beijo grannnnnnnde.

Fernanda disse...

Querida Mariazita.

Hoje já dá para ler. mas ainda não posso abusar...claro que já abusei:)))

Conhecia esta bela lenda, mas assim contada com tanta mestria, não!
Adorei reler.
Parabéns.

Pérola disse...

Boa noite minha amada.
Obrigado pelos comentários a meu respeito,agradeço a tua confiança a minha pessoa, é um gesto q ñ tem preço nenhum q pague pode ter certeza.
Um beijo minha querida.
Te adoro e muiiiiiiiiiiiito.

lis disse...

Oi Mariazita
Ficvo contente de estar gostando das postagens de imagens lindíssimas que encontro no blog dos amigos .
Adorei a lenda e que todas as rainhas se alegrassem com plantações de flores e flores pelas cidades rsrs
As amendoeiras são maravilhosas.
Um bom fim de semana
tivemos aqui um feriado e fui dar um passeio numa praia e sítios lindos , paisagens exuberantes ! a alma fica leve rs
beijinhos Mariazita
Volta sempre tá

Naty e Carlos disse...

Se um dia pensare que te esqueci, reze por mim, por que este dia eu morri!"
Um bom fim de semana
Bjs com carinho

Multiolhares disse...

Lenda muito linda e sempre tem o seu que de verdadeiro.
beijinhos

Efigênia Coutinho disse...

Mariazita, que momento gratificante ler aqui esta lenda tão significativa, creia ,valeu meu dia, pois estou ao momento em New York, deslumbrada com as cerejeiras, e agora leio a Lenda das Amendoeiras, meus cumprimentos ao seu importante trabalho aqui postado,
com admiração,
Efigênia Coutinho

Luis disse...

Querida Amiga Mariazita,
Todas as lendas têm o seu quê de especial. Esta não foge è regra! Foi bem apresentada, lembrando-me o quanto a apreciei quando ma contaram pela primeira vez era eu uma criaça! Voltei a sonhar agora!
As amendoeiras em flor são um autêntico espectáculo por isso náo é de admirar o extase de Gilda.
Um beijinho muito amigo.

Rafael Castellar das Neves disse...

Nossa! Gostei disso..não sabia mesmo!!

[]s

DE-PROPOSITO disse...

As flores de amendoeira!... Uma beleza efémera. Existe tantas coisas, que são efémeras.
---------
Felicidades.
Manuel

Manuel Luis disse...

E porque achei esta lenda muito interessante também a publiquei de uma forma diferente. A ser verdade, valeu a pena plantar amendoeiras porque para alem do espectáculo, as amêndoas são gostosas e acompanham na culinária.

João Videira Santos disse...

Histórias e lendas do nosso imaginário que é preciso recordar e dar a conhecer.

Parabéns pelo facto

Zélia Guardiano disse...

Lindo demais!
Encantei-me , Mariazita!
Voltarei sempre...
Um abraço

Zélia Guardiano disse...

Olá, Mariazita!
Voltei correndo para agradecer pela visita e pelas palavras de carinho e estímulo. Muito obrigada!
Beijinhos

PS: Sigo-te!

Juliêta Barbosa disse...

Mariazita,

Que bom essa interação que a blogosfera nos permite... Estou encantada com as tuas histórias. Essa, em especial! Obrigada!